DESVELANDO OS SABERES NA PRODUÇÃO FÍLMICA DE SUZANA AMARAL

Américo Galvão Neto, Humberto Gomes Pereira, Flavia Amaral Rezende

Resumo


Resumo: Discute os principais filmes dirigidos pela cineasta Suzana Amaral: Hotel Atlântico, baseado na obra de João Gilberto Noll e A Hora da Estrela, uma obra de Clarisse Lispector na busca dos saberes imanente nas obras fílmicas. Aborda a possibilidade metafórica materializada na linguagem cinematográfica como decorrência “natural” da textualidade visual de Noll e de Lispector. Desvela um certo existencialismo a partir da dialética de forma e conteúdo de Hora da Estrela. Analisa o campo semântico que se assemelha à estrutura do símbolo Tao ou de um fractal, presente em Hotel Atlântico, potencializando seus significados e saberes. A partir da obra de arte fílmica coloca a direção de Suzana Amaral como representação de um certo conhecimento sensível.

Palavras chave: cinema, filosofia, imagem, hermenêutica, Suzana Amaral.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.