O TRANSE DE CAMINHADA: A EXPERIÊNCIA DO ESPAÇO EM THE RED MAN'S VIEW E O ATALHO

Cesar de Siqueira Castanha

Resumo


Este artigo procura analisar como o espaço do deserto do Oeste estado-unidense e a experiência com esse espaço são apresentados nos filmes The red man’s view (dir. D.W. Griffith, 1909) e O atalho (dir. Kelly Reichardt, 2010), buscando compreender como esses filmes se contrapõem a algumas construções do faroeste hegemônico. O artigo, assim, pretende observar e discutir o fenômeno do “transe de caminhada” nos filmes e como este dialoga com diversas experiências de pertencimento no espaço do Oeste.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.