A INTERTEXTUALIDADE HIPER-REAL NO CINEMA: A METALINGUAGEM FÍLMICO-LITERÁRIA EM DANS LA MAISON

Ivanir França

Resumo


Recheado de relações intertextuais literárias o filme de François Ozon expõem as frustrações pessoais de seus personagens por meio do uso de simulacros. Essas relações remetem ao espectador o contexto: “O que você quer ser ‘quando crescer’?”.

O próprio título do longa nos remete à questão – Dans la Maison (Dentro da casa) refere-se a desejos recônditos. Interioridades que são colocadas frente à plateia em primeiro plano pelo personagem de Fabrice Luchini, professor Germain, e, com o desenvolver do filme, cada personagem tem sua intimidade desnudada na narração do personagem Claude.

 


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.