ENTRELAÇOS NO TEMPO: UMA HOMOLOGIA ESTRUTURAL DOS FILMES “A CHEGADA” E “X-MEN: DIAS DE UM FUTURO ESQUECIDO”

Aina de Oliveira Rocha, Maurício Barbosa Oliveira

Resumo


O presente trabalho tem como objetos de análise comparativa os filmes “A chegada” (2016) dirigido por Denis Villeneuve e “X-men: dias de um futuro esquecido” (2014) dirigido por Bryan Singer. Contemplando essas duas obras como narrativas, levando em consideração o enfoque na linguagem e objeto estético nessas ficções, que nos transmitem a uma construção intertextual e/ou autoreflexiva em questões do humano, o seu social e suas interações com o tempo/espaço, marcos da literatura postulados por Culler (1999), em Teoria Literária. Sendo assim, essas aclamadas narrativas estrangeiras (re)tratam sobre os conceitos de linguagem, tempo e sociedade na contemporaneidade, (re)significando as concepções de tempo e linguagem em sua ficcionalidade, contribuindo diretamente na estrutura de ambas narrativas que se utilizam de viagens do tempo para compor a tríade que estrutura os filmes – linguagem, tempo e social; é nessa semelhança que encontra-se o espaço para aproximar as obras, utilizando como base para a comparação a “Homologia Estrutural”, de Gonçalves (1997), em que analisamos como as estruturas influenciam nos aspectos das narrativas, procurando semelhanças e diferenças em suas composições estruturais. Percebemos que apesar de serem duas obras com temáticas, histórias e anos diferentes, possuem uma estrutura similar na construção do tempo da narrativa, em relação ao seu início, meio e fim configurados pelas passagens/viagens no tempo.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.