MISTÉRIOS INFILMÁVEIS: OS ‘MISTÉRIOS DE LISBOA’ DE CAMILO CASTELO BRANCO E RAÚL RUIZ

Felipe do Monte Guerra

Resumo


Este artigo propõe uma análise entre as diferentes estratégias narrativas utilizadas pelo autor português Camilo Castelo Branco em sua obra Mistérios de Lisboa (1854) e pelo cineasta chileno Raúl Ruiz na sua adaptação do livro para o cinema, em 2010. Já foram escritos outros artigos sobre o tema, mas sem pormenorizar a forma como a complexa estrutura da obra original de Camilo foi bastante sintetizada, ou diluída, na sua versão cinematográfica. Por outro lado, a adaptação de Ruiz apresenta suas próprias e interessantes contribuições ao livro em que se baseia, mesmo que as mídias e propostas sejam completamente diferentes.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.