A ESTÉTICA CINEMATOGRÁFICA NEORRELISTA ITALIANA EM STROMBOLI: ZONA DE TENSÕES E CONFRONTOS

Marina Marques Pacheco, Diogo Souza Lima

Resumo


O objeto de estudo deste artigo é o filme “Stromboli: terra di Dio”, do diretor Roberto Rossellini, inserido no movimento neorrealismo italiano, que é caracterizado por desenvolver uma estética peculiar e uma narrativa fílmica que se aproxima da realidade cotidiana dos indivíduos comuns. Focalizando a relação problemática da protagonista com seu marido por conta das diferenças sociais e culturais existentes. A análise estética emerge através da técnica de investigação da decupagem, que consiste na decomposição e recomposição do filme, visando elementos singulares de cada cena e seu conjunto na obra, estabelecendo relação dialética entre sua forma e conteúdo. Compondo, por meio da contextualização histórica, a relação estética entre as condições objetivas e subjetivas representadas na obra, fundamentando em conceitos sociológicos e cinematográficos desenvolvidos por Norbert Elias e Marcel Martin.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.