DA REALIDADE À FICÇÃO: ANÁLISE DA REPRESENTAÇÃO DA DITADURA NOS FILMES “HÉRCULES 56” E “O QUE É ISSO, COMPANHEIRO?”

Juliana Benetti

Resumo


Este trabalho analisará a representação do Regime Militar brasileiro no cinema contemporâneo nacional. A fundamentação teórica será desenvolvida para apresentar e relacionar formas de construção historiográficas e possibilidades de narrativa em diferentes gêneros cinematográficos. A análise será feita a partir da identificação de características de construção de discurso e pelo emprego de metodologia comparativa entre as representações cinematográficas do sequestro do embaixador americano em 1969, os filmes “O que é isso, companheiro?” e “Hércules 56”, respectivamente uma ficção e um documentário. A partir da análise do enredo de cada obra e da comparação entre os filmes, pretende-se levantar elementos de representação e descobrir quais as convergências/divergências entre as obras e suas similitudes com o fato histórico em questão.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.