CINEMA E TRADUÇÃO INTERSEMIÓTICA: AS FORMAS DE TRADUZIR PARA O CINEMA

Mariana Assis Maciel, Sinara de Oliveira Branco

Resumo


Tendo como corpus os filmes Romeu e Julieta (1996) e O Morro dos Ventos Uivantes (1992), este artigo descreve do uso da tradução intersemiótica e de legendas como formas de traduzir para o Cinema. O artigo tem como arcabouço teórico questões relacionadas à Tradução Intersemiótica, Legendagem e Cinema, mostrando o quão interdisciplinar podem ser os Estudos da Tradução. A partir da compilação e da análise das cenas com e sem legendas dos dois filmes percebemos que, nas cenas sem legendas, elementos como linguagem corporal e o feedback effect justificam a opção pela linguagem não verbal, mostrando que a compreensão da sequência fílmica é alcançada, mesmo em cenas em que as legendas não são necessárias. Em relação às cenas legendadas, percebemos que o uso de legendas leva em consideração o contexto de produção da obra cinematográfica.

 

PALAVRAS-CHAVES: Cinema. Tradução Intersemiótica. Interdisciplinaridade. Legendagem.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.