KISS ME KATE E AS MÚLTIPLAS DIMENSÕES DE GEORGE SIDNEY

Luis Fernando Severo

Resumo


O lançamento da cópia restaurada em Blu-ray da versão original em 3D do musical Kiss Me Kate possibilita uma reflexão sobre o trabalho do diretor George Sidney no gênero e no formato. A partir da definição de estilo cinematográfico proposta por David Bordwell, é possível argumentar que o diretor, nessa obra e em outras realizações de sua extensa filmografia, apresenta os requisitos para que se invoque a presença de um olhar compatível com a teoria do cinema de autor em seu trabalho de décadas no interior do sistema de estúdios.  A análise detalhada do filme revela um emprego da mise-en-scène que situa Sidney um patamar acima do papel secundário ao qual tem sido relegado com frequência por críticos e pesquisadores.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.