LUCHINO VISCONTI E MORTE EM VENEZA: VIAGEM AO INTERIOR DA BELEZA FATAL

Luis Fernando Severo

Resumo


 

Em termos de enredo a novela A Morte em Veneza de Thomas Mann possui elementos identificáveis como literatura de viagens, uma vez que a jornada do escritor Gustav von Aschenbach a Veneza é o fator que precipita todos os acontecimentos que transtornam o espírito de um criador em busca da perfeição. Em sua adaptação do livro para o cinema Luchino Visconti transformou o escritor em compositor mas manteve intactos todos os elementos simbólicos que fazem da obra original um registro poético dos embates entre corpo e espírito. Com o uso expressivo dos recursos da linguagem cinematográfica e da música de Gustav Mahler, Visconti transforma Veneza numa cidade onde a beleza e a pestilência envolvem mortalmente um artista em busca da perfeição inatingível. 


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.